Voo JJ3054: memorial é inaugurado nesta terça

"O local do memorial, para nós, é praticamente onde foram cremadas nossas famílias", diz o presidente da Afavitam, Dario Scott

Postada em: 16/07/2012 12h54m
Os familiares de vítimas do voo TAM JJ3054, que explodiu contra o prédio da empresa há cinco anos, inauguram, nesta terça-feira, um memorial em homenagem aos mortos na tragédia. O evento é realizado pela Afavitam (Associação de Familiares e Amigos das Vítimas do Voo TAM JJ3054), com o apoio da Prefeitura Municipal de São Paulo e do Governo do Estado de São Paulo.

Em 17 de julho de 2007, um Airbus A320 da companhia aérea TAM não conseguiu pousar no aeroporto, atravessou a via e bateu contra o edifício da própria empresa, deixando 199 mortos, na maior tragédia da aviação brasileira. Após a implosão do prédio, em agosto daquele ano, a área foi doada para a prefeitura.

"A inauguração deste espaço é, principalmente, um alerta para a importância da segurança do transporte aéreo e da valorização da vida", afirma o vice-presidente da Afavitam, Archelau Xavier. Sua filha, de 24 anos na época, estava entre os passageiros do avião.

O terreno na avenida Washington Luiz, 7.305, palco do acidente, tem 8,3 mil m2. Ao custo de R$ 3,6 milhões, o memorial será um espaço público. A amoreira, única árvore que resistiu ao choque, será o ponto central do memorial. Ao redor será construído um espelho d"água.

No chão, serão instalados 199 pontos de luz para a iluminação noturna. O terreno será protegido por um muro que receberá o nome de todas as vítimas. Haverá ainda um playground para diversão das crianças.

"A obra não é apenas uma homenagem aos nossos entes queridos. O local do memorial, para nós, é praticamente onde foram cremadas nossas famílias", diz o presidente da Afavitam, Dario Scott, que perdeu a filha de 14 anos na tragédia.

Confira a programação para o dia 17 de julho em São Paulo e em Porto Alegre:

São Paulo

Está previsto, das 14h às 14h40min, uma manifestação dos familiares no Aeroporto de Congonhas.

A partir das 17h30, os familiares, autoridades e convidados estarão concentrados no local do acidente com o voo da TAM, na Avenida Washington Luiz, em frente à pista do Aeroporto de Congonhas. Uma Missa Campal será ministrada pelo Bispo de Santo Amaro, Dom Fernando Antonio Figueiredo;

Às 18h51 deverá ser realizado o Toque de Silencio para registrar o horário exato do acidente (18h51min46seg, choque da aeronave e primeira explosão, 18h51min48seg, horário da segunda explosão da aeronave);

Às 19h, após a execução do Hino Nacional, iniciará a solenidade oficial de inauguração da Praça Memorial 17 de julho, projetada pelo arquiteto Marcos Cartum.

Neste dia também ocorrerá a doação, pelos familiares das vítimas, de fraldas descartáveis para 199 bebês, representando o número de vítimas do voo da TAM. As doações serão encaminhadas para o Hospital e Maternidade Cachoeirinha, localizado na zona norte de São Paulo.

Porto Alegre

Em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, de onde partiu o voo TAM JJ3054, também serão realizados eventos em homenagem as vítimas da tragédia.

Às 14h, os familiares se reunirão no Largo da Vida, a grande rotatória localizada na Av. Severo Dullius (em frente ao Ibis Hotel), junto ao Aeroporto Salgado Filho. Nesse horário, os familiares enfeitarão com flores e fitas aquele espaço, dedicado à memória das vítimas, além de promoverem momentos de oração;

Às 15h, os familiares farão uma manifestação no Aeroporto Salgado Filho, com previsão de término às 16h;

Às 18h30 será realizada missa em memória das vítimas na Catedral Metropolitana de Porto Alegre, no centro da capital gaúcha, encerrando as atividades de homenagens em Porto Alegre.

AFAVITAM
  • Foto: Divulgação/Afavitam
  • Fonte: Bárbara Forte noticias@band.com.br
  • Postador: Surgiu Abr

Digite o codigo abaixo:

Recarregar imagem

Publicidades Surgiu-54