“Augustinópolis sem a Fabic é um retrocesso na história e no desenvolvimento econômico e cultural”

Nos últimos dias, algumas pessoas colocaram em dúvida a credibilidade e a importância da Faculdade do Bico do Papagaio (Fabic) para a região

Postada em: 30/04/2012 08h32m
Nos últimos dias, algumas pessoas colocaram em dúvida a credibilidade e a importância da Faculdade do Bico do Papagaio (Fabic) para a região. Um fato isolado foi usado para tentar denegrir o nome e a história da instituição que têm ajudado significativamente o desenvolvimento cultural, social e econômico de Augustinópolis, cidade onde funciona a Unidade de Ensino Superior, e da região do Bico do Papagaio.

A Fabic trouxe uma nova visão para a região do Bico. Antes, vista pelos grandes centros como um local de conflitos e de extrema pobreza. Agora, após a implantação da Faculdade, como uma região promissora, onde o crescimento chega por meio das oportunidades geradas pelo oferecimento da educação superior.

Por outro lado, nos últimos dias, muitas pessoas fizeram questão de lembrar e destacar o quanto a Fabic colaborou e vem colaborando para a melhoria do Bico. “Augustinópolis sem a Fabic é um retrocesso na história e no desenvolvimento econômico e cultural. A luta sempre houve para que o Bico se desenvolvesse plenamente, antes era isolado educacionalmente e hoje, a faculdade está aí e é importantíssima para a educação e formação em todo os sentidos”, disse o diretor do Centro Estadual de Educação La Salle, onde funciona a Fabic, José Benildo Flach.

O professor Benildo ainda destacou também a luta do atual Presidente da Fundação Educacional do Bico do Papagaio, e Diretor Geral da Fabic, Pablo Lopes Rêgo. “Ele está levando a sério. Incorporou a gestão para solucionar os problemas que a faculdade tem desde o início. Não é fácil, mas ele está se empenhando e eu confio nele para dar continuidade ao trabalho da faculdade”.

Outro ponto importante, citado nas entrevistas realizadas, foi quanto à importância da promoção da educação de nível superior na região. “A Fabic trouxe muita geração de renda para Augustinópolis com a vinda dos acadêmicos de outras cidades, o que fez com que a cidade crescesse muito. Mas o ponto mais importante da Fabic, é que os pais que não tinham condições de pagar uma faculdade em outras cidades, hoje podem formar seus filhos com um menor custo”, destacou o empresário de Augustinópolis, Primo Antonio Vanccin, o Antonio da Skol, que tem uma filha que estuda na Fabic.

“No início poucas pessoas acreditavam, mas hoje todos vêm que é uma entidade que está dando certo e que veio para ficar. Já vem dando seus frutos que são os profissionais no mercado de trabalho e temos que parabenizar muito a faculdade que também têm contribuído para a geração de empregos”, lembrou o empresário Wilson Monteiro, informando que muitas empresas dependem dos acadêmicos, na área do comércio, do setor imobiliário, do lazer e em outros setores. “Tem muita gente investindo na cidade, por acreditar na Fabic”.

A Fabic já ajudou muitas pessoas a tornar realidade seus sonhos, como é o caso do Advogado, Vilmar Livino, recém formado pela Unidade de Ensino Superior. “A Fabic é de grande importância para o Bico do Papagaio. Trouxe muito desenvolvimento para a região, principalmente para Augustinópolis, não só na área da educação, mas também em outros setores da comunidade. Foi uma luz para muitas pessoas.

No meu caso, por exemplo, eu sempre quis cursar Direito, mas não tinha condições de fazer o curso em outra cidade e a faculdade me deu essa esperança, me fez realizar o meu sonho, e hoje já aprovado no exame da OAB, sou advogado”.

Outro profissional formado pela entidade foi Francisco Ezequiel Santos, o Doutor, Contador e vereador de Praia Norte. Segundo ele, a faculdade é de uma importância “extraordinária”. “Ela (Fabic) trouxe para nós moradores do Bico do Papagaio a oportunidade de ingressar em um curso superior e colaborou muito para o avanço da economia local. A nossa região hoje existe para os grandes centros porque temos uma faculdade de qualidade, e a Fabic também fez com que muitas pessoas viessem investir na região”.

Ao falar sobre a gestão atual e sobre o Diretor Geral, Ezequiel teceu elogios. “Pablo é uma pessoa de caráter extraordinário, aguerrido, e comprometido com as causas que defende, tanto que através dele é que a Fabic foi implantada na região dando oportunidades de várias pessoas terem um curso superior, adentrando com mais facilidade no mercado de trabalho.

É um visionário, uma pessoa que tem grande potencial e eu tenho certeza que, como gestor, ele tem ajudado muito a faculdade. Sei que ele vem lutando diuturnamente e tem o meu aval”.
Em outra entrevista, esta com a Contadora, Elizamara Miranda, formada pela Fabic, a questão do nível superior na região voltou a ser comentada.

“A formação superior é um sonho de muitos e, com o advento da Fabic em Augustinópolis foi possível para muitas pessoas torná-lo realidade”, frisou, lembrando que “a Fabic trouxe desenvolvimento social para região e alavancou a economia local ajudando no crescimento de Augustinópolis e da região. Tenho orgulho de dizer que a Fabic contribuiu bastante para meu crescimento profissional”.

Primeiro acadêmico da Unidade de Ensino Superior a ter aprovação no Exame da OAB, Aleks Holanda, que está prestes a concluir o curso de Direito, também falou da importância da instituição para a região. “A Fabic é de suma importância para a região, principalmente por ter muitas famílias que não tem condições de pagar uma faculdade para seus filhos em cidades fora da região”.

O acadêmico destacou, também, o trabalho do Diretor Geral, Pablo Lopes. “Desde o início, a pessoa do Pablo que fez a ideia da faculdade se tornar realidade. Creio que, pelo que eu vi, está lutando para dar continuidade no crescimento da instituição. É uma pessoa muito batalhadora”.
O Enfermeiro Herculano Rodrigues, mais um profissional formado pela Faculdade do Bico do Papagaio, disse que a entidade é de fundamental importância. “A Fabic é de grande importância porque é uma instituição que vem trazendo o conhecimento para o Bico do Papagaio. Sabemos que estamos em uma região carente de formação superior e, para mim, é de suma importância porque, além de ter possibilitado minha formação, me profissionalizou. Então, a Fabic pra mim foi de grande valia”.

Outro entrevistado foi o vice-prefeito de Araguatins, Joel Cândido, acadêmico de Direito. Ele, assim como os outros entrevistados, teceu elogios à história da faculdade na região. “A Fabic trouxe muito desenvolvimento para a região do Bico do Papagaio, tanto na área educacional e cultural como, também, econômica. Temos visto que depois de sua implantação, muitos foram, e continuam sendo, os investimentos não só em Augustinópolis, mas nas cidades vizinhas que aumentaram as potencialidades. É visível o crescimento da região após a criação da Fabic”, disse ele, lembrando do empenho do Diretor Geral. “Pablo tem uma enorme preocupação com o sucesso da Fabic. Eu sinto que ele entrou para melhorar a faculdade e sua gestão tem demonstrado isso”. (Antonio Fernandes Lima)

FACULDADE

Digite o codigo abaixo:

Recarregar imagem