Mais um acidente gravíssimo na Curva da Morte, em Paraíso do Tocantins

Caminhão pega fogo e congestiona o trânsito na BR-153, na noite desta terça-feira, 27

Postada em: 28/09/2011 00h35m
Às 20hs58min o Corpo de Bombeiros de Paraíso do Tocantins foi acionado para um caminhão pegando fogo na Curva da Morte, saída Norte de Paraíso do Tocantins, próximo ao Chico Boi Leilões. A Polícia Rodoviária Federal foi acionada às 21hs00 e em poucos minutos as duas corporações chegaram ao local do acidente.

Ao chegarem ao local se deparam com o cavalo da carreta Placa NGA-8667, Scania, de Goiânia, da Transportadora El Rey e a carreta Placa DTE-3616, de São Paulo, da empresa Atlas Brasil, transportando 24 toneladas de água de coco em caixas, ambos em chamas. A carga procedente de Belém do Pará com destino a cidade de São Paulo era transportada pelo motorista Rosenildo Pereira da Silva, 39 anos, acompanhado de sua esposa Márcia Marlene Martins, 34 anos.

As causas do acidente

Conforme informações do motorista à reportagem do SURGIU, o fogo começou rapidamente pela parte elétrica próxima ao motor, mal dando tempo para que os dois saltassem da cabine do caminhão ainda em movimento. O fogo se alastrou muito rápido e atingiu em seguida os dois tanques de combustíveis do cavalinho que estouraram derramando o líquido inflamável pelo acostamento no que ocasionou um incêndio no mato seco da faixa da estrada e atingindo propriedades locais.

Até as 23hs00 os bombeiros faziam o rescaldo do incêndio, utilizando, para tanto, 1.500 litros d’água de um reboque da corporação, além de bombas costais tanto externamente como dentro da carreta. O Cap. BM Cleber Borges, Comandante do Corpo de Bombeiros de Paraíso do Tocantins e que chefiou pessoalmente esta operação, disse ter encontrado três dificuldades para debelar o incêndio. A primeira foi ter que rebentar um cadeado que prendia um botijão de gás usado na cozinha volante do caminhão que corria risco de explosão a qualquer momento. Segundo o trânsito que chegou a formar cerca de três quilômetros de cada de cada sentido da BR-153 e a terceira dificuldade foi ter que apagar um incêndio de tamanha proporção como este, utilizando apenas a pouca água transportada em uma carreta reboque acoplada a caminhonete da Corporação, uma vez que o ABS- Auto Bomba e Salvamento, caminhão com tanque utilizado nestes casos, se encontra em Palmas, recebendo reparos mecânicos. Mesmo assim o Cap. BM Cleber Borges, ao final da operação, parabenizou a equipe formada pelo Aspirante BM Flávio, Sargento BM Wellington, CB BM Leôncio, CB. BM Olívia e SD BM Chagas pelo excelente serviço prestado por todos.

A Curva da Morte, como é conhecida, fica a cerca de 4 km do Centro da cidade de Paraíso do Tocantins, na BR-153, sentido Norte e vários acidentes graves já aconteceram neste local, inclusivo um que teve o envolvimento de quatro carretas que se chocaram de frente, deixando três mortos na ocasião.


BR-153
  • Foto: Abrêgo
  • Fonte: Por Ademir Rêgo - Da Redação do SURGIU
  • Postador: Surgiu Abr

Digite o codigo abaixo:

Recarregar imagem