Publicidades Surgiu-200

PARÁ: Serra Pelada atrai empresários chineses

Além de aplicar investimentos na implantação de projetos de mineração, o modelo chinês deve contribuir com o desenvolvimento social

Postada em: 14/07/2011 19h50m
Mais de 28 mil cooperativistas serão beneficiados através de parcerias com empresas internacionais no Brasil, a Shanghai Pengxin Group, nova investidora que este ano chega à Vila Serra Pelada para fortalecer a economia do município de Curionópolis com recursos de alta tecnologia.

Além de aplicar investimentos na implantação de projetos de mineração, o modelo chinês deve contribuir com o desenvolvimento social, através de ações voltadas para um compromisso socioambiental, especialmente dos moradores da vila garimpeira.

O contrato com os chineses foi assinado na última sexta-feira, 8, com Cooperativa de Mineração, Desenvolvimento Social e Agromineral dos Garimpeiros de Serra (Cooperserra), Cooperativa Mista de Produtores, Agricultores e Garimpeiros de Curionópolis (Coompag), Cooperativa de Mineração e Agromineral dos Garimpeiros Proprietários de Catas de Serra Pelada (Coompro) e Cooperativa Mista Agromineral do Rio Sereno (Coomase), que representam 28.145 associados e detêm uma área superior a 1.500 hectares.

Para o fechamento do contrato, um grupo de executivos e um geólogo representando a Pengxing foram até Serra Pelada, onde fizeram uma visita técnica nas áreas das cooperativas, na companhia do prefeito de Curionópolis, Wenderson Chamonzinho, que declarou apoio à parceria.

Para Raimundo Benigno, presidente da Cooperserra, a estrutura financeira dos chineses passa segurança para as cooperativas. “Estivemos na China, conhecemos o presidente do grupo, senhor Jiangzhaobai, e pudemos ver alguns empreendimentos do Pengxin realizados em no máximo dois anos e meio”, informou Benigno, ressaltando que o contrato será honrado à risca, uma vez observados os critérios usados pelos chineses em seus negócios.

Marilene Machado, presidente da Coompag; Otacílio Rodrigues, da Coompro; e Gilberto Amaral, da Coomase, afirmaram que valeu a pena sondar os interessados em investir em suas áreas, pois assim foi possível conhecer a solidez do grupo Pengxin e, sobretudo, fazer um bom negócio para a classe garimpeira.

Das cooperativas, apenas a Coompro não fechou definitivamente o contrato, pois precisa realizar assembleia geral ordinária com os cooperados, para definir detalhes como o quadro social e a diretoria.

Os investidores terão 70% do lucro, ficando responsável por todo investimento de pesquisa e implantação, e as cooperativas 30%. Amortizada a dívida das cooperativas, elas passam a receber 10% de bônus, ou seja, findado o débito das cooperativas, o percentual dividido será de 60% para empresa e 40% para cooperativas.

“Estávamos acostumados a contratos de parceria onde a divisão era sempre 50% para cada lado, mas, após estudar o mercado financeiro internacional, percebemos que na maioria das vezes os percentuais giram entre 75% e 25% ou 80% e 20%”, explicou Raimundo Benigno.

Segundo Marilene Machado, o grupo chinês agora irá montar um corpo jurídico no Brasil voltado exclusivamente para Serra Pelada, que ficará incumbido de estudar todas as legislações que regem o setor mineral e posteriormente apresentar o estudo à presidência do grupo, que de imediato iniciará as pesquisas. “Acreditamos que no máximo em 60 dias todos os trâmites estarão normalizados e daremos início às atividades em nossas áreas de atuação”, finalizou a presidente.

Investidor

A Shanghai Pengxin Group é um conglomerado de crescimento, com um escopo de negócios diversificado que abrange desenvolvimento imobiliário, agribusiness, indústria de mineração e construção de infra-estrutura e investimento.

Com sede em Xangai, o grupo tem agora mais de 40 subsidiárias em todo o mundo, seja integral ou majoritariamente controlada. A partir de 2010, seus ativos totais atingiram mais de US$ 2 bilhões.

Na mineração, o Grupo Pengxin adquiriu uma participação majoritária em um depósito de cobre na República Democrática do Congo, em 2009, cuja produção está programada para começar em agosto deste ano. (Waldyr Silva, Correio Tocantins, com informações da Agência Bateia)



  • Foto: Divulgação
  • Fonte: Waldyr Silva, Correio Tocantins, com informações da Agência Bateia
  • Postador: Surgiu TO

Digite o codigo abaixo:

Recarregar imagem

  • De: paulo
    a esperança e a ultima que morre v amos ter fé . já esperamos tanto tempo, eu acredito que tudo vai da certo ...... FÉ EM DEUS E PE NA TABUA


    04/11/2012 ás 22h47m
  • De: Paulo
    Essas cooperativas é ilusão, um bando de bandidos matando na disputa de uma presidência, pegando dinheiro dos associados que sonham com uma aposentadoria, calculem a quantidade de associados e multipliquem por essa mensalidade, vocês logo percebera porque essas mentiras e ilusões nunca acabara. Com o dinheiro gerado dar pra comprar, contratar e subornar jornais, radio, políticos, empresas nacionais e estrangeira. Infelizmente todos nos sabemos como funciona as coisas em nosso país!
    12/08/2011 ás 21h20m
  • De: LORENA
    E aí quando os garimpeiros irão receber o dinheiro tão esperado? comprarm os barrancos, investiram tudo o que tinham na época, fizeram ocamino para os estrangeiros, e agora? porque o Brasil não tomou a frente? Brasil.... acorda povo.
    02/08/2011 ás 21h10m
  • De: luzia
    kd a comigasp ?
    22/07/2011 ás 18h53m
  • De: mariléia madeira
    nova era p serra pelada,o presidente inovou tudo,agora vai,aliás já está indo,parabéns.
    com certeza agora os investidores que vocês correram atrás deles,agora vão correr atrás de vocês,é só esperar,mas agora é tarde,kk
    21/07/2011 ás 09h11m
  • De: GABI
    JORNAL BOM DE MAIS, NOTICIAS BÔAS E QUENTES,GOSTEI
    19/07/2011 ás 12h27m
  • De: BRENA
    COLOCA MAIS MATERIA DE GARIMPO GOSTEI MESMO, VALEU.BRENA
    19/07/2011 ás 12h23m
  • De: JULIA QUEIROZ
    quem é dono do subsolo onde se concentra o minério dessas cooperativas? e pra retirar um alvará de lavra o requerente tem direito em tudo ou repassa alguma porcentagem ao governo federal? tem respostas? grata!
    19/07/2011 ás 12h22m
  • De: GABRIELLY AMARAL CARNEIRO
    MÁS SERÁ QUE JÁ ESTÁ TUDO ACERTADO COM OS CHINESES MESMO? E A COMPRO QUE NÃO ASSINOU AINDA É PORQUE TEM APROVAR EM ASSÉMBLEIA SENDO QUE A COOMPAG E AS OUTRAS NÃO PRECISARAM DE ASSEMBLEIAS?A COOMANSE NÃO PERDEU A ÁREA POR CADUCIDADE DE ALVARÁ NO DNPM?PODE RENOVAR ESSE ALVARÁ?EU NEM SABIA QUE EXISTIRIA COOPERSSERRA DE ONDE SURGIU ELA?DÊ MAIS INFORMAÇÕES PRA NÓS AÍ POR FAVOR,GRATA!
    19/07/2011 ás 12h14m
  • De: LUCIO COENÉLIO DE ARAÚJO
    será uma façanha dos diretores dessas cooperativas conseguir essa parceria pois a coomic mesmo vem dando murro em ponta de faca e até hoje não sabe com quem fica, vai acabar perdendo a validade do alvará de pesquisa vai ver.
    19/07/2011 ás 12h07m
  • De: MARTA SOUZA PEREIRA DO DF
    puxa vida será bom então em!!!! pode ser agora que os coitados dos cooperados veem a cor do dinheiro pois já são muitos anos só pagando as menssalidades enunca teve retorno, talvéz pode reembolsar um pouo agora, parabéns a vcs socios.
    19/07/2011 ás 12h04m
  • De: ELION FERNANDES MORAIS
    GOSTEI DA MATÉRIA E QUEREMOS MAIS SOBRE ESSA PARCERIA COM ESSAS COOPERATIVAS COMO: QUANDO IRÁ COMEÇAR AS PESQUISAS E QUAL MODELO DE IMPLANTAÇÃO DE MINA DOS CHINESES,SERÁ SUBTERRANEA OU A CÉU ABERTO E QUANTO TEMPO LEVAS ESSAS PESQUISAS,SERÁ 01 ANO OU 03 ANOS,GRATO
    19/07/2011 ás 12h00m
  • De: EDIVALDO MORAES
    SERÁ VERDADE MESMO ESSAS PARCERIAS ENTRE AS COOPERATIVAS PEQUENAS DE SERRA PELADA.
    18/07/2011 ás 18h51m
  • De: jonas ferreira
    por favor eu gostaria de saber como esta o andamento das pesquisas na cooperativa eu sou cooperado da cooperserra pois no momento me encontro em ontro estado des deja agradeso.
    15/07/2011 ás 23h03m
  • De: Celio
    Boa noite
    mais os ex-garimpeiro de Serra Pelada querem saber quando é que vai ter alguma especie de ajuda financeira pra eles?porque faz tempo que a presidencia da COOMIGASP fala em ajuda financeira aos garimpeiros e nada de ter!!! quando é mesmo que vai ter.
    15/07/2011 ás 18h40m