Trio confessa ter matado casal e jogado corpos em rio na Serra do Cipó

Advogados estavam hospedados em uma pousada de luxo e sumiram na última sexta-feira (3)

Postada em: 08/01/2014 01h33m
Dois homens e uma mulher foram presos suspeitos de envolvimento na morte de umcasal de advogados que estava desaparecido desde a última sexta-feira (3) em Conceição do Mato Dentro, na região central de Minas Gerais. Eles confessaram ter matado Alexandre Werneck de Oliveira, 46 anos, e Lívia Viggiano Rocha Silveira, de 39, a tiros.

Um dos detidos, identificado apenas como Marcos, é filho de um policial militar da cidade. O próprio pai suspeitou ao ver o rosto do filho queimado. O rapaz, que já tinha sido preso por roubo e tráfico de drogas, teria ateado fogo à Hilux do casal, que foi encontrada incendiada.

Em depoimento à Polícia Civil o suspeito afirmou que as vítimas foram abordadas na Serra do Cipó. O casal foi visto pela última vez em uma pousada de luxo onde pretendiam passar o fim de semana. Eles andaram cerca de 70 quilômetros até as margens do rio Santo Antônio, mandaram o casal descer do carro, colocaram os dois de joelhos e atiraram diversas vezes.

Os corpos foram jogados no rio. A arma usada no crime foi deixada em outro ponto. Dinheiro e celulares foram roubados. O telefone de uma das vítimas foi encontrado com a namorada de um dos suspeitos.

Apesar das buscas, os corpos e a arma usada não foram encontrados. O Corpo de Bombeiros vai voltar ao local apontado pelo filho do policial nesta quarta-feira (8) para continuar os trabalhos.

MORTE DE CASAL EM MINAS GERAIS
  • Foto: Reprodução/Facebook
  • Fonte: R7
  • Postador: Edson Gilmar

Digite o codigo abaixo:

Recarregar imagem

Publicidades Surgiu-54