Mulher assassinada em São Valério é filha de ex-vice-governador de Goiás

Maria Divina Pereira Barbosa Monteiro era filha de Rezende Monteiro

Postada em: 07/01/2014 22h37m
Atualizado:   07/01/2014 23h39m
Maria Divina Pereira Barbosa Monteiro, de 30 anos, encontrada morta em São Valério que teve os três filhos de 3, 12 e 13 anos, mortos em Gurupi pelo seu ex-companheiro, Raimundo Ailon de Souza Lemos, de 43 anos, é uma das filhas do ex-vice governador Rezende Monteiro, que foi deputado estadual e federal

Maria Divina Pereira Barbosa Monteiro era filha de Rezende Monteiro, político goiano que foi cinco vezes deputado federal e vice-governador do Estado no início da década de 60, durante a gestão de Mauro Borges, numa coligação PTB-PSD. Resende Monteiro morreu no dia 12 de março de 1986, aos 62 anos, em Goiânia.
O crime

De acordo com a Polícia Civil de Goiás (PC-GO), o autor, identificado como Raimundo Ailon de Souza Lemos, teria buscado os filhos há alguns dias para passar férias com ele no Tocantins. Ele teria aproveitado essa aproximação com as crianças para cometer o crime sem levantar suspeitas.

Pedro Henrique Monteiro Lemos, 3 anos, Walina Monteiro Lemos, 12 anos e Welison Lemos, de 13 anos, foram encontradas mortas em estado de decomposição na casa do suspeito. Os três filhos do casal, que foram mortos no fim de semana, estavam deitados na cama, como se estivessem dormindo. "Nenhum dos três apresentava sinais de violência", garante a titular da Delegacia da Mulher, delegada Ana Elisa, que está à frente do caso.

Depois de matar as crianças, Raimundo teria voltado à capital goiana e levado Maria Divina com ele para o Tocantins. Os corpos dele e da ex-companheira foram encontrados em outro local, na manhã desta terça-feira (7), na zona rural do município de Peixe (TO), cerca de 8km da cidade de São Valério.

Ao lado dos corpos foi encontrada uma garrafa com um líquido, que a polícia suspeita se tratar de veneno, mas tudo será periciado. Perto das vítimas, também foi encontrado um carro em chamas.

"Nossa equipe esteve na casa da Maria Divina, no Jardim Novo Mundo, e tinha sinais de arrombamento, o que comprova que a vítima foi mesmo sequestrada, levada à força com o suspeito", disse a delegada, durante entrevista coletiva.


Crime passional

As investigações ainda estão no início, mas a principal suspeita da PC é que o crime tenha tido motivação passional, já que o casal estava separado há pouco mais de três meses.

Segundo a polícia, testemunhas informaram que Raimundo teria mudado de comportamento depois que viu, recentemente, a foto da ex-companheira ao lado de outro homem. "Familiares disseram que a Maria Divina teria iniciado um novo relacionamento e divulgado algumas fotos em sites de relacionamento", finaliza a delegada.

MULHER ASSASSINADA
  • Foto: Redes sociais
  • Fonte: Atitude Tocantins
  • Postador: Surgiu Abr

Digite o codigo abaixo:

Recarregar imagem